segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Teatro Gibi e Maria Mazzeti


Fuçando por ai na internet, procurando informações sobre Pepe Otal, um importante bonequeiro espanhol, ou melhor catalão, falecido em 2007 e que será homenageado no Festival Internacional de Teatro de Títeres de Bilbao, me deparei com um Blog chamado Bonecos de Madeira, nome de uma Cia brasileira de teatro de bonecos, a qual pertence a autora do Blog, Maria Madeira, que é a diertora do grupo e que até então, estavam realizando uma série de trabalhos em Barcelona.
Mas um artigo em especial me chamou a atenção, com o título TETRO GIBI...Donde esta? (veja o link do blog ao lado). Neste artigo, Maria conta que na época em que trabalhou no Museu do Mamulengo, em Olinda, encontrou uma caixa com inúmeros bonecos, mais precisamente 32, e que ao indagar a quem pertenciam, descobriu que era do acervo do Teatro Gibi, do Rio de Janeiro, e que ARTB, por não se interessar por estas verdadeiras relíquias, acabou sendo encaminhado, pelos familiares de Maria Mazzeti, para o Museu do Mamulengo. Ou seja, uma coleção de bonecos originais, que pertenceu a um Teatro que teve um importante papel no desenvolvimento do teatro de bonecos no Brasil, tratado com tanto descaso. Maria não sabe dizer, se os bonecos conseguiram retornar para sua cidade de origem ou seguem no Museu do Mamulengo, que me parece ser um local muito adequado para estarem, melhor que jogados por ai. E por isso ela pergunta: TETRO GIBI...Donde esta? O interessante é que ao pesquisar sobre um titereiro espanhol, que será homenageado em um grande festival, acabei me deparando com mais uma história de desinteresse em relação ao nosso patrimônio artístico e cultural. Agora podemos também perguntar: Bonecos do Teatro Gibi... onde estão?



Fotos: Maria Madeira



Teatro Gibi e Maria Mazzeti

O Teatro Gibi foi fundado em 1945, por Iolanda Fagundes, em São Paulo. em 45, estreou no Rio de Janeiro, sob o patrocínio do O GLOBO. Em 1948, passou a fazer parte do Serviço de Teatro e Diversões da Secretaria de Educação e Cultura da antiga Prefeitura do Distrito Federal. Realizou espetáculos e exposições de bonecos por diversos estados brasileiros: como São Paulo, Minas Gerais e etc. Em 1961, o Teatro Gibi passou a fazer parte do Departamento de Educação Primária, Setor de Incentivo e Especialização do Professor. Em 63, se tornou a diretora do Teatro Gibi, e, a partir de 1964, foi criado o Setor de Teatro Infantil, quando se constatou a importância do teatro na educação infantil.

Maria Mazzeti era autora de livros infantis, além professora e pedagoga, e utilizava o teatro de bonecos, através do Teatro GIBI, com objetivo de educar. Acreditava que a escola tinha importante papel na formação de público, que através deste trabalho, de levar o teatro de animação aos alunos das escolas do Rio e de outros estados, estava formando indivuduos interessados na arte e capazes de refletir a partir dela.

"Acreditamos que também cabe a escola a formação das novas platéias, platéias cada vez mais constantes, sérias, severas e exigentes"
Maria Mazzeti

Nos seus espetáculos, utilzava as mais diversas técnicas de animação: bonecos de vara, de luva, objetos. Os textos eram originais, muitos escritos pela própria Mazzeti. Percorriam as diversas regiões da cidade, onde tinnha uma escola, fazia uma apresentação, mas não só para os alunos daquele estabelicmento, mas para os alunso de todas escolas adjacentes, e depois, partiam para uma outra e assim por diante, quase como se fosse uma caravna.

Maria Mazzetti faleceu no Rio de Janeiro, a 9 de janeiro de 1974. Como ela reagiria, sabendo que bonecos queperteceram a um projeto tão ambicioso, tão positivo, estariam dentro de uma caixa, no Museu do Mamulengo, em Olinda, longe de sua terra natal e de sua verdadeira função: encantar e educar crianças e adultos.

"São apenas bonecos de feições imperturbáveis, cabeleiras de lã, braços movidos por arames. Postos no seu mundo irreal de luzes e cenários de papel, manejados pelas mãos hábeis dos operários do sonho, eles criam vida, correm, se agitam, ultrapassam suas humildes formas materiais. Dentro do retângulo iluminado por lâmpadas revestidas de papel celofane tudo pode acontecer: as flores crescem pelo simples desejo de uma menina, os bolos de aniversário andam a pé pela floresta. É o mundo mágico onde tudo tem permissão de existir. O mundo no qual a imaginação da criança se expande, se alimenta, se recreia. O mundo no qual ela, muitas vezes, vai buscar a solução de seus problemas. No boneco impessoal, rígido, caricaturado, ela tem a chance de se projetar, e assim completar, de acordo com sua própria imaginação, tudo aquilo que foi apenas sugerido; satisfazer suas necessidades interiores de fantasias, sonho e humor. Qual a criança que não ama o teatro de bonecos?"
Maria Mazzeti

Hoje, existe uma Biblioteca com seu nome no Rio de Janeiro e também uma escola pública. Mas que tal se fizessem mais do que isso? Como resgatar o seu legado?

fontes:

Texto de Domingo Gonzalez Cruz é poeta, bibliotecário e foi coordenador das atividades da Biblioteca Infantil Maria Mazzetti no período de 1981 a 1996.

Blog: http://bonecosdemadeira.blogspot.com/

Para conhecer livros de maria mazzeti

http://www.planetanews.com/autor/MARIA%20MAZZETTI

2 comentários:

Bonecos de Madeira disse...

Querido
Que bacana seu empenho em buscar informações sobre a Maria Mazzetti.
Por sinal a concha de la casa ( diretora do Festival de Bilbao) me perguntou um nome de mulher titeriterapara ser homengeada no Brasil ´por seu trabalho e eu sugeri Maria Mazetti( premio Mariona Masgrau).
Maria não esta mais viva , mas é importante para nossa arte dar o mérito a esta mulher.
Mudando de assunto quere dizer que estamos fazendo nosso teatro de títeres em Niterói e esperamos que ate dezembro tenhamos a inaguração.
Seria um prazer ter vc aqui.
estou no orkut como maria madeira (
cidade Barcelona

Bonecos de Madeira disse...

Sobre Pepe Otal

Você também pode encontrar muito mais coisas sobre ele no meu blog.
Minha teses de mestrado em Antropologia e comunicação audivisual fue sobre a festa que acontecia em seu atelie, passei quase dois anos filmando as festas de poetas e títeriteros.
meu video teses se chama o baile de los títeres e esta nesta na web
lwsn

http://www.lwsn.net/article/el-baile-de-los-titeres-un-video-de-maria-madeira ·
um abraço